Saiba como credenciar uma clínica de radiologia a planos de saúde

Credenciar uma clínica de radiologia a planos de saúde é uma estratégia essencial para os gestores que buscam o aumentar o número de pacientes e potencializar o faturamento sobre os serviços prestados.

O processo de credenciamento envolve tanto a comprovação de documentos gerais quanto os específicos para esse tipo de trabalho. Conheça no nosso post de hoje como credenciar sua clínica de radiologia nos planos de saúde e tire as principais dúvidas!

Comprovação de documentação geral

Para iniciar o processo de credenciamento é fundamental que o gestor entre em contato com a operadora de saúde e verifique as condições para essa formalização. Algumas empresas disponibilizam essas informações nos sites, enquanto outras necessitam de uma petição inicial.

Em geral, as operadoras solicitam documentos que comprovem a composição jurídica dos serviços de imagem, o porte da empresa, número de funcionários, registro no Ministério do Trabalho e capacidade de atendimento. Também costumam ser exigidos alvará sanitário, alvará de localização, registro no CNES, contrato social e CNPJ, com o objetivo de comprovar a idoneidade da empresa.

Comprovação de documentação específica

As operadoras poderão solicitar os dados pessoais do responsável técnico (CPF, número de inscrição do CRM, tipo de especialização, horário de trabalho, etc.), bem como o número de médicos que compõem a equipe.

Além disso, poderão ser solicitadas as medidas de radioproteção de cada funcionário ou um documento detalhando como a clínica quantifica o tempo de exposição radiológica dos seus colaboradores.

As exigências podem ser diferentes para cada operadora, pois algumas exigem a documentação autenticada em cartório e outras apenas a fotocópia. Porém, todas preconizam a entrega completa dos documentos em uma única vez.

Acompanhamento do processo de credenciamento

Uma vez que o processo for iniciado é importante acompanhar sua análise. Isso significa acessar o site em intervalos periódicos ou fazer ligações telefônicas ao departamento responsável da operadora.

O processo, em geral, não demora muito, pois é interessante para ambas as partes. Todavia, caso exista alguma irregularidade na documentação, esse tempo pode se prolongar.

O gestor da clínica radiológica deve estar ciente da validade de alguns documentos, fazer ressalvas caso seja necessário e responder por qualquer problema durante o trâmite, para evitar transtornos posteriores.

Divulgação do credenciamento aos pacientes

Assim que tiver finalizado o processo de credenciamento da clínica radiológica é importante informar aos pacientes cadastrados sobre essa nova informação. Esse marketing deve ser bem feito, para permitir que a novidade seja amplamente divulgada aos pacientes, os quais eventualmente a compartilharão com amigos e familiares que possam se interessar pelo credenciamento.

Nessa comunicação, devem ser mencionadas as condições para usufruírem o novo convênio, os tipos de serviços radiológicos incluídos nessa parceria e formas de agendamento das consultas.

Credenciar uma clínica radiológica a planos de saúde pode ser uma tarefa gerencial complexa, pois costuma exigir paciência e habilidade. Entretanto, é um passo fundamental para os gestores que buscam ampliar seu número de pacientes e o consequente crescimento de seu serviço.

E você? Já passou pelo processo de credenciar uma clínica de radiologia junto a planos de saúde? Se quiser saber mais sobre esses assuntos gerenciais, siga nossas redes sociais. Acesse nossos conteúdos pelo Facebook, LinkedIn e Google+!