Últimos artigos e notícias sobre sobre tecnologia na Radiologia

Escore de cálcio: o que é, como calcular e valores de referência

O escore de cálcio é uma das formas de avaliar o risco de doença arterial coronariana (DAC), através da tomografia computadorizada (TC) e por softwares de pós-processamento de imagem que avaliam a calcificação das artérias coronárias (CAC). Existem muitas formas de quantificar o escore de CAC por TC de baixa dose, como através do método de Agatston (1990) [1]. Esse método é uma ferramenta semiautomatizada

Mamografia: Tudo Sobre o Exame e Como Funciona

A mamografia é um exame radiológico que demonstra, em parte, tênues diferenças da composição das mamas. O exame permite a detecção precoce do câncer de mama, por vezes mesmo quando ainda não palpável. É realizada com aparelho de alta resolução, que permite, dentre outros, a identificação de imagens tumorais e microcalcificações. Permite detectar lesões menores que 1 cm e na fase assintomática da doença, prevenindo

O que é Tomografia Computadorizada

Tomografia computadorizada é um procedimento não invasivo de diagnóstico por imagem que combina o uso de raio-x com computadores especialmente adaptados. É utilizado para criar imagens detalhadas dos mais variados tecidos do corpo humano. O procedimento é realizado através da emissão de raios-x rotacionada ao redor do corpo, que por sua vez e de forma variada, a depender de cada tecido, atenua o feixe de

Ressonância Magnética: Guia Completo e Ilustrado

Ressonância magnética é um método de diagnóstico por imagem com alta capacidade de diferenciar várias características dos tecidos biológicos. Sua aplicação se estende a todas as partes do corpo humano, explorando aspectos anatômicos e funcionais. Certamente, isso coloca a ressonância magnética como uma ferramenta fortíssima em relação às demais modalidades de imagem. Também a torna a mais complexa, visto que são necessários entendimentos sobre eletromagnetismo,

Laudo a distância: como funciona, regulamentação e exames

Laudo a distância é um laudo médico assinado remotamente por um médico radiologista. A elaboração do laudo a distância é um produto da telerradiologia, uma área da telemedicina que compreende a prestação de serviços médicos a distância com foco em Radiologia. Por ser um processo realizado através da internet, um de seus principais benefícios é o ganho de agilidade e qualidade com o acesso a

Telemedicina: o que é, regulamentação e +5 subespecialidades

A telemedicina é a prestação de serviços de saúde a distância através do uso de tecnologias de telecomunicação e imagem. Devido ao suporte remoto, ela pode entregar muitos cuidados da saúde que são considerados recursos limitados para grande parte da população. Neste artigo, você vai ler sobre: As Atividades Mais Comuns de Telemedicina Os Benefícios da Telemedicina A Regularização da Telemedicina A Perspectiva da Telemedicina

Radiologia Odontológica: o que é e como funciona

A Radiologia Odontológica é a especialidade que examina os dentes e a face de uma pessoa através da radiologia tradicional. Para a Odontologia, é uma ferramenta essencial de diagnóstico e interpretação radiográfica odontológica. Em 1985, a prática da Medicina, com a descoberta dos raios X por Wilhelm Röntgen, mudou significativamente. Logo, trouxe mudanças também à Odontologia, que teve suas primeiras radiografias dentárias em 1986¹. Hoje,

Os obstáculos para o uso em massa da Inteligência Artifical na radiologia

A radiologia é uma das áreas mais importantes da medicina. Envolve diagnosticar doenças a partir da interpretação das várias modalidades de imagem, variando de ultrassom, ressonância magnética (RM), tomografia computadorizada (TC) e raios-x. Há dados que evidenciam um grande aumento do uso da radiologia na prática clínica. Nos últimos anos, muito tem se falado sobre o uso da inteligência artificial (IA) na radiologia. Em síntese,

Medicina Nuclear: O Que É, Como Funciona e o Cenário Atual

A medicina nuclear é uma especialidade médica multifacetada e repleta de casos de sucesso ao longo de sua história. Ela tem potencial de diagnosticar e tratar doenças com taxas cada vez maiores de eficiência. Aliás, algumas doenças já têm como tratamento-padrão o uso de radioisótopos. Apesar de ainda incipiente e com concentração geográfica nos grandes centros urbanos, esta especialidade cresce rapidamente em todo Brasil. Assim,

Como a Tecnologia Contribuiu para a Emissão de Mais Laudos Médicos

Um estudo recente aponta que a prevalência de doenças crônicas¹ é um fator incisivo na demanda por procedimentos minimamente invasivos. Isso incentiva a atualização de tecnologias para o diagnóstico por imagem destas doenças e acompanha, em consequência, a emissão de mais laudos. Diferente da última década, os métodos diagnósticos possibilitaram ao médico informações com uma rapidez e eficiência surpreendentes. Segundo André Scatigno Neto², a