Não é novidade que a inteligência artificial terá um importante papel no futuro da radiologia. Atualmente, seu uso ainda é limitado e meio que restrito à prática acadêmica. Contudo, sua adoção em alguns centros de imagem da iniciativa privada já mostram alguns resultados promissores.

A executiva da RP, Nina Kottler, MD, crê que a IA na radiologia será cada vez mais atrativa, visto que os algoritmos aumentam a assertividade e eficiência dos médicos e contemplam um maior conjunto de recursos e usos.

Vale dizer entretanto, que a IA ainda é imatura. Existem diversas barreiras técnicas e clínicas que devem ser superadas, para uma real penetração dessa tecnologia na prática clínico-radiológica. A boa notícia é que essas barreiras não são intransponíveis, de forma que os primeiros que se disporem a adotar essa tecnologia, terão largado na frente. Para essa iniciação, sugerimos 5 “take home” points:

 


médico usando inteligencia artificial na radiologia

1º. Visto que a IA não está pronta para uso na prática radiológica, o sucesso de sua implementação gradual exige ações integradas de preparo de dados e dos radiologistas.

 

 


ferramentas de inteligencia artificial na prática de radiologia

2º. O uso das ferramentas de IA devem, como resultado prático, conseguir identificar com precisão um estudo tanto no nível do procedimento quanto na série. Vale ressaltar esse ponto uma vez que alguns fornecedores oferecem produtos que não tem um filtro permita essa opção.

 

 


radiologista usando ia

3º. Foco em algoritmos que aumentem a eficiência dos radiologistas, o que automaticamente acarretará em um aumento da aceitação local.

 

 


utilidades de ia

4º. A IA ainda está em fase embrionária. Vale ter em mente que seus benefícios tem potencial para ir além do uso pretendido. Algoritmos programados para detectar alterações específicas, acabam por ter outras utilidades associadas que são descobertas apenas após o início do seu uso.

 

 


equipe interagindo com inteligência artificial na radiologia

5º. A interação, sinergia e colaboração ativa entre radiologistas e IA é fundamental para obtenção de resultados vencedores, passando também pela boa comunicação e parceria entre os fornecedores e o centro de imagem.

 

Você pode ler mais sobre o assunto em https://www.jacr.org/article/S1546-1440(20)30976-5/fulltext.

 


Leia também


 

Acompanhe as principais notícias e informações relacionadas ao Diagnóstico por Imagem. Assine nossa newsletter: