Para ter um centro de imagem de destaque no mercado, é essencial ter equipamentos de ponta, prestar um atendimento humanizado e investir na fidelização de pacientes. Esses passos são importantes, mas não suficientes.

A sustentabilidade de um negócio do tipo só é possível com organização financeira. Nesse sentido, manter o orçamento do serviço de imagem em dia é cuidado prioritário para garantir que o hospital continuará operando com qualidade e segurança.

dicas para manter o orçamento

Manter uma planilha de controle e registros, projetar o fluxo de caixa e ter um fundo de reservas são pontos importantes para manter as finanças do seu serviço de imagem em equilíbrio.

Sendo assim, confira 3 dicas para manter o orçamento do centro de imagem em dia.

1. Mantenha uma planilha de controle

O primeiro passo para organizar o orçamento do seu centro de imagem e saber tudo do que precisa sobre as contas a pagar e a receber é criar ou atualizar uma planilha de controle e registros. Esse documento deve conter todas as transações realizadas pelo seu negócio, mesmo as pequenas despesas do dia a dia.

Uma simples compra de material de escritório, por exemplo, somada a outros gastos pode fazer a diferença nas finanças do seu serviço de imagem.

A planilha de controle e registros será uma ferramenta indispensável na hora de analisar os resultados alcançados pelo seu centro de imagem, assim como na hora de fazer o fluxo de caixa.

2. Projete o fluxo de caixa

Falando em fluxo de de caixa, ele é um aliado para manter o orçamento do seu serviço de imagem sob controle. A ferramenta consiste, basicamente, em ter registradas todas as entradas e saídas de caixa do negócio.

Ao analisar o fluxo é possível, entre outras coisas, visualizar todas as receitas e despesas que o centro de imagem teve em determinado período. Com isso, o gestor pode fazer um diagnóstico mais preciso da situação financeira do negócio como um todo.

Além de analisar entradas e saídas passadas, é preciso fazer a projeção do fluxo de caixa. Ou seja, estimar quais serão as receitas e despesas em determinado período futuro.

Ao criar esse hábito, você consegue saber, de antemão, se o caixa estará positivo ou negativo em uma época especifica. Se as projeções não forem otimistas, haverá tempo suficiente para realizar ajustes financeiros a fim de contornar a situação, como cortar gastos.

3. Tenha um fundo de reservas

Ter uma reserva para imprevistos é ponto importante para manter a saúde financeira do seu centro de imagem.

Ao ter uma reserva financeira para despesas inesperadas, você evita ter que recorrer a empréstimos (e seus juros altíssimos), caso aconteça alguma situação que você não esperava, como ter que realizar a manutenção corretiva de equipamentos ou demitir um funcionário.

O ideal é ter guardado valor equivalente a três a seis meses de despesas do seu centro de imagem. Coloque a quantia em um investimento que permita saques a qualquer momento.

Planejamento e controle de gastos são seus principais aliados para manter as contas em dia. Siga nossas dicas e garanta que o orçamento do centro de imagem fique sempre positivo.

Quer ter acesso a outros posts como este? Assine nossa newsletter!