Últimos novidades em artigos científicos sobre Radiologia e Diagnóstico por Imagem

Auto-compressão para exames de Mamografia: Pesquisadores avaliam a efetividade

A auto-compressão das mamas pela própria paciente durante o exame de mamografia pode não aumentar o desconforto e não diminuir a qualidade das imagens médicas, de acordo com estudo publicado no JAMA Internal Medicine. “Por causa do desconforto, muitas mulheres receiam fazer o exame de mamografia, mesmo sabendo de sua importância”, comenta Philippe Henrot e seus colegas, do departamento de Radiologia do Instituto de

Mamografia digital: maior acurácia diagnóstica

A mamografia é um tipo de exame de raio-X que tem a finalidade de estudar o tecido mamário. Pode ser realizado através de equipamentos convencionais ou digitais, em que as imagens são capturadas diretamente para um computador. Alguns estudos apontam uma maior acurácia da mamografia digital para a detecção de câncer de mama e, por essa razão, muitos centros de imagem tem optado por

As Doenças Fibrosantes são um Desafio Diagnóstico para o Radiologista

As doenças fibrosantes pulmonares são um desafio diagnóstico para o radiologista. Para auxiliar seu diagnóstico, as Sociedades Torácica Americana, Europeia, Japonesa e Latinoamericana produziram em 2011 um guideline com critérios diagnósticos e de manejo terapêutico. A emergência de algoritmos de inteligência artificial para a interpretação de imagens (deep learning) trouxe a necessidade de estudos para a validação desta ferramenta, considerando os critérios estabelecidos nestes

O diagnóstico não é o único benefício dos exames de imagem para os pacientes

Uma pesquisa recente publicada no Journal of the American College of Radiology mostrou que os pacientes atribuem grande importância aos exames de imagem, mesmo que seus resultados não sejam relevantes para seu tratamento ou para a condução de seu caso. Neste estudo, os autores tentaram avaliar a percepção subjetiva dos pacientes em relação aos exames de imagem. Suchsland e colegas avaliaram 45 pacientes adultos que

Inteligência artificial diferencia falso-positivos em mamografias de achados malignos e benignos

Uma pesquisa publicada na Clinical Cancer Research, demonstrou que a inteligência artificial (IA) pode diferenciar mamografias falso-positivas para câncer de mamografias com achados verdadeiramente malignos (positivas). A mamografia é um importante exame de rastreamento que permite detectar o câncer de mama de forma precoce, com impacto na redução da mortalidade; no entanto, há atualmente alta taxa de interpretações falso-positivas que levam a biopsias mamárias

Diferenças entre os métodos de diagnóstico por imagem em medicina nuclear e radiologia

Mais de um século de pesquisa e desenvolvimento tecnológico separam as primeiras descobertas do físico Wilhelm Röntgen, ganhador do prêmio Nobel por seus trabalhos com raios-X, e o que entendemos como diagnóstico por imagem hoje. Outras modalidades foram desenvolvidas e, atualmente, há uma ampla gama de exames utilizados para diagnosticar doenças. Os principais métodos de imagem são: Radiografia Mamografia Tomografia Computadorizada (TC) Ressonância Magnética (RM) Ultrassonografia

Grávida pode fazer ressonância? Estudo aponta que sim!

O estudo publicado no Journal of the American Medical Association aponta que durante o primeiro trimestre de gestação, uma mulher grávida pode fazer ressonância com segurança. No entanto, a exposição ao contraste de gadolínio em qualquer de suas formas, incluindo durante exames de ressonância, resultou no aumento do risco de efeitos colaterais para o feto após o nascimento. Os pesquisadores examinaram mais de 1,42 milhões