A Siemens Healthineers anunciou que duas novas ferramentas de software baseados em inteligência artificial para auxílio em exames de ressonância magnética estão sob análise pela Food and Drug Administration (FDA). São elas:

– O AI-Rad Companion Brain MR para medição do volume do cérebro e cálculos de seus desvios-padrão.

A AI-Rad Companion RM próstata para suporte de biópsia, permitindo a marcação das lesões prostáticas, possibilitando uma biópsia direcionada.

Assim como outras ferramentas de IA (Inteligência Artificial), esses novos aplicativos ajudarão os médicos a gerenciar melhor suas cargas de trabalho bem como o processo de tomada de decisão focado no paciente, aumentando a eficiência e qualidade do atendimento.

siemens healthineers

Segundo o fabricante, o produto Brain MR oferece suporte na avaliação da volumetria cerebral com medição do volume das substâncias cinzenta, branca e líquor em cerca de 30 segmentos do cérebro.

Anteriormente, esse processo era feito manualmente pelos radiologistas. Agora, com este produto AI-Rad, os resultados são enviados para um data center onde resultados anormais são sinalizados.

Um volume cerebral reduzido pode significar, por exemplo, um achado normal para idade de determinado paciente, doença de Parkinson, doença de Alzheimer, dentre outros diferenciais.

A Prostate MR segmenta automaticamente a próstata em apenas alguns segundos. Em comparação, o processo leva vários minutos se feito manualmente. O radiologista faz a marcação da área suspeita nas imagens de ressonância e envia um relatório ao urologista. As imagens de ressonância podem então ser fundidas com as de ultrassom durante a biópsia, facilitando a identificação da lesão.

Variadas ferramentas com base em IA são criadas a cada dia, e cada vez mais auxiliam o diagnóstico e cuidado ao paciente.

 


 

Leia também:

 


 

Acompanhe as principais notícias e informações relacionadas ao Diagnóstico por Imagem. Assine nossa newsletter: